Marcelo Rezende vence briga e Record vai colocar novela antes do Cidade Alerta

A que o Marcelo Rezende reclamou da audiência baixa na passagem do “Programa da Tarde” para o “Cidade Alerta”? E que o reality dos “gordinhos” era uma tragédia? Então, embora ninguém admita oficialmente, existe sim um estudo na Record para colocar uma novela no meio deles.

Ainda em meio àquela bronca, o Marcelo chegou a sugerir a exibição de uma reprise de “A Escrava Isaura” antes dele, para alavancar melhor o seu horário. É isso que está sendo pensado. Fala-se até que o “Programa da Tarde” poderá, diante disso, ter a sua duração encurtada em alguns minutos.

Programa da Tarde vira saco de pancadas e perde até para Datena

Em crise, o Programa da Tarde virou um saco de pancadas dos dramalhões do SBT. A reprise de Maria Esperança (2007) e a novela mexicana Coração Indomável chegam a dar até o triplo da audiência do vespertino, que perdeu 10% de audiência em relação a 2014, quando já estava sob risco de sair do ar. A queda preocupa a Record. Com o programa, a emissora vai da disputa da liderança, com o Balanço Geral, para o quarto lugar, atrás até do Brasil Urgente, de José Luiz Datena, da Band.

Em abril, até a última quinta (29), o Programa da Tarde teve média de 4,8 pontos na Grande São Paulo, contra 6,9 do SBT. Um ano atrás, o placar era o oposto: 5,1 para a Record e 4,0 para as novelas mexicanas. Coração Indomável, que estreou em fevereiro, nunca perdeu para a Record e chega a picos de dez pontos, contra três do vespertino. Maria Esperança também segue invicta contra a Record.

Na última terça (28), o programa da Record perdeu não apenas para o dramalhão mexicano, mas também para o Brasil Urgente. O placar: 3,6 para o Programa da Tarde e 3,8 para José Luiz Datena. O SBT cravou 9,0. A Globo liderou com 16,8. Cada ponto equivale a 67 mil domicílios na Grande São Paulo.

Nem mesmo Patrulha do Consumidor, maior audiência da atração, consegue bater o SBT. Em abril, derrotou o telebarraco Casos de Família, de Christina Rocha, apenas duas vezes. Empatou outras duas. O quadro do deputado Celso Russomanno é indispensável para manter o Programa da Tarde no ar. Em 2014, ficou sob ameaça de ser cancelado se Russomanno se elegesse. A solução foi transmiti-lo de Brasília.

Para evitar um vexame ainda maior para as novelas do SBT, a Record encurtou o Programa da Tarde. Desde o início de abril, com 20 minutos mais curto, termina às 17h e não concorre mais com a sexta reprise de A Usurpadora. Quando se enfrentaram, a novela vencia por 7,1 a 3,4.