Em "Amor e Revolução", Lobo Guerra conta a Feliciana que Ana sofreu uma tentativa de assalto

Terça-feira (2/8) – Lobo Guerra conta a Feliciana que Ana sofreu uma tentativa de assalto

Beto Grande recebe telefonema de detetive que o informa sobre o possível paradeiro de Miguel, seu filho. Maria vai à casa da mãe. Lúcia afirma a Maria que Thiago lhe disse que o rapaz que ela está saindo é um agente infiltrado. Enfermeiro faz curativo no braço de José. Dr. Ruy diz que José tem que ir para o hospital, pois o ferimento pode infeccionar. Durante o encontro, Lobo Guerra conta a Feliciana que Ana sofreu uma tentativa de assalto e José, ao tentar salvar a mãe, levou um tiro no braço. Por não ter seu amor correspondido por Heloisa, Henrique está prestes a se atirar do alto de um prédio. Maria revela a Lúcia que está pensando em deixar a luta armada para fugir com José. A guerrilheira conta à mãe que Miriam lhe disse que está grávida de José. Henrique está prestes a se atirar, Heloisa chega e o faz desistir. Edith vai de minissaia à faculdade e causa furor. Jandira e Batistelli conversam sobre a possibilidade de Maria desistir da luta armada. Maria vai ao encontro que marcou com José, mas ele está internado por conta do tiro que levou. Miriam vai ao encontro no lugar de José. No hospital, José está desesperado para ir ao encontro com Maria. Dr. Ruy não permite que José saia da cama do hospital. Jandira e Batistelli estão preocupados com o sumiço de Maria. Na faculdade, Henrique fala a Heloisa que sente o desejo de voltar para o movimento. Marcela elogia o artigo de Marta. A advogada convida Marta para tomar um vinho em sua casa. Miriam e Maria discutem. Miriam acusa Maria de estar destruindo uma família. Maria fica reflexiva, mas continua esperando por José. Mesmo debilitado, José deixa o hospital às escondidas para ir ao encontro de Maria. Ao chegar no parque, José vê Maria indo embora de táxi. Feliciana briga com Vadão e diz que ele não podia ter deixado Ana escapar. Ana conta a Lobo Guerra que tem recebido ligações anônimas com frequência. Ana revela ao general que o bandido lhe disse que tinha ordens para matá-la. Ela pergunta a Lobo Guerra se a tentativa de assalto tem a ver com a demissão de Feliciana. Miriam encontra José no parque e diz que Maria decidiu ir para a guerrilha. Ela revela a José que está grávida dele. Thiago comunica Marina que vai sair da casa dela.   

Em "Insensato Coração", Norma é levada para depor antes de se casar com Léo

Wagner (Eduardo Galvão) consegue tirar Léo (Gabriel Braga Nunes) da cadeia em “Insensato Coração”. Solto, o vilão e Norma (Glória Pires) planejam uma cerimônia íntima para fazer o casamento. Léo assina o documento da separação total de bens, deixando toda a fortuna para a futura mulher caso os dois se separem. Na realidade, Léo planeja ficar rico com a morte de Norma. Mas, no dia do casamento, enquanto esperam pela chegada do juiz de paz, Pedro (Eriberto Leão) chega com um delegado e mais dois policiais. Eles estão atrás de Norma. A cena está escrita no capítulo 178, que deve ir ao ar no dia 12 de agosto.
Glória Pires e Gabriel Braga Nunes em cena de “Insensato Coração” (julho/2011)

Ismael (Juliano Cazarré) é quem descobre que eles estão chegando e avisa ao noivo, que fica tenso. Esperto, Ismael sai de cena com medo de que ele volte para a cadeia. Léo vai até a porta, mas o delegado afirma que ele veio falar com Norma. Ela desce a s escadas:

Norma – Pois não, delegado, eu estou aqui. Em que posso lhe ajudar?

Matos – Lamento, mas a senhora violou as condições da liberdade condicional ao tentar viajar pra Portugal. Tenho que levá-la pra prestar esclarecimentos.

Norma e Jandira ficam surpresas enquanto Léo se revolta e grita com Pedro:

Léo – Eu sei quem está por trás disso e por quê. Mas não adianta, Pedro, você não vai impedir o meu casamento!

Matos pergunta se Norma pediu autorização ao juiz para sair do país e ela diz que não. O delegado, então, pede para que ela o acompanhe. Norma pede para que Jandira (Cristina Galvão) avise a Wagner (Eduardo Galvão) o que aconteceu e mande ele encontrá-la na delegacia. Léo se oferece para acompanhar a noiva, que não gosta da ideia:

Norma - Melhor você ficar. Espera o juiz de paz. Vai ser rápido lá. Se ele chegar antes de mim, pede para esperar. Nós vamos nos casar hoje. 

Norma então, deixa sua casa com o delegado. Ao chegar na delegacia, Norma mostra os documentos que comprovam que ela está em liberdade condicional e pede que tudo seja resolvido o mais rápido possível, para que ela possa retornar à mansão e se casar com Léo. É quando Wagner entra e vai conversar com o delegado e com sua cliente. Do lado de fora, Marina (Paola Oliveira) está na espreita. Pedro chega e se surpreende ao ver a mulher na rua.

Pedro - Você não foi pra casa da sua avó?

Marina - Eu não ia aguentar, pedro. Preferi esperar aqui. A Norma entrou com o delegado. Precisava ver…. Se olhar matasse… Quero mais que ela fique presa. Sem o dinheiro do Teodoro é mais fácil mandar o Léo pra cadeia!

Norma se explica, sai da delegacia, mas quando chega em casa, encontra Léo no sofá. O juiz de paz tinha outro compromisso e foi embora sem realizar o casamento dos dois.